Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Hospital de Avelar (3)

Domingo, 18.04.10

 

 

(continuação)

 

Foi então que nasceu o projecto de remodelação do actual edifício, e ampliação do mesmo, que vai dotar o Hospital "das condições indispensáveis à prestação dos serviços assistenciais correctos nos tempos actuais, aproveitando para o efeito a iniciativa governamental de financiar a construção de raiz de uma Unidade de Cuidados Continuados, que já constituía verdadeiramente a realidade dos internamentos no 'velho' hospital".
Segundo o Prof. Paiva de Carvalho, apesar das dificuldades, "não deixou de se manter como princípio orientador e solidário da Administração, ter no hospital uma assistência médica e de enfermagem de qualidade e todo o conjunto de serviços em regime ambulatório do diagnóstico à terapêutica".
Por outro lado e dada a ausência do convencionamento, desapareceram as credenciais para as urgências e operações. "Fomos forçados a 'privatizar' as urgências, embora a preços verdadeiramente módicos e apenas possíveis devido a um enorme esforço financeiro da Fundação", afirma ainda o Prof. Paiva de Carvalho, que anuncia a manutenção da actividade cirúrgica através dos planos governamentais de combate às listas de espera, actualmente denominado SIGIC (Sistema de Gestão dos Utentes Inscritos para Cirurgia). Este sistema, embora tenha reduzido o número de operações que se fazia, "manteve o bom nome da Instituição pelos serviços prestados aos utentes e a manutenção dos postos de trabalho, que era e continua a ser outra preocupação" dominante da Instituição.

 

Um 'novo' Hospital


Quando for inaugurado, provavelmente já em Abril, 'nascerá' como que um novo hospital, num verdadeiro novo complexo, tal a enorme intervenção de que está a ser alvo.
Efectivamente, à nova Unidade de Cuidados Continuados, "pudemos associar trabalhos simultâneos de correcção e melhoria das instalações de que dispúnhamos, dentro dos prazos alcançáveis", adianta o Presidente da Fundação Nossa Senhora da Guia, ciente de que estaremos perante "uma unidade modelar".
Com custos totais estimados em cerca de 2 milhões de euros, entre obras e equipamentos, o complexo terá o piso superior do antigo 'hospital' totalmente destinado à Unidade de Cuidados Continuados. Esta unidade terá 24 camas, em quartos duplos e individuais, todos com casa de banho privativa, indo ao encontro das directivas da Unidade de Missão dos Cuidados Continuados Integrados e acolherá doentes de duas tipologias: convalescença e média duração.
O piso do rés-do-chão será destinado aos serviços ambulatórios, onde se incluem não só o anterior serviço de urgências, como os consultórios das diversas especialidades e exames complementares de diagnóstico anteriormente existentes e agora aperfeiçoados com novo equipamento de radiologia e ecografia.
No piso -1, está situado o bloco operatório, a sala de recobro e duas enfermarias com 12 camas no total. Estas salas serão utilizadas para acolher hipotéticos internamentos da população, se disso houver necessidade.
No piso -2, estarão alojados todos os serviços técnicos de apoio.
Mantém-se no edifício contíguo todo o serviço de fisioterapia com a sua autonomia em termos assistenciais.
O Prof. Paiva de Carvalho, há seis anos à frente dos destinos da Fundação, é a face mais visível do projecto, cujo protocolo foi assinado em Janeiro de 2009 e o qual o Estado financiou com 750 mil euros. Para o restante, a Fundação teve de recorrer à banca, tendo sido esse um processo facilitado pelo bom nome da Instituição e dos seus serviços.
O também Governador Civil de Leiria, divide a responsabilidade e o reconhecimento deste "passo em frente" por toda a sua equipa. "Gosto de assumir a liderança, mas este não é o trabalho de um homem só. É o reflexo de um excelente trabalho de uma equipa forte e coesa".
No centro do país foram assinados mais 24 protocolos do género, sendo que apenas dois estão em fase de construção, com o projecto da Fundação a ser pioneiro neste particular.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 15:29








comentários recentes

  • Sílvio Barros

    Gostaria de saber se já alguém consegue arranjar-m...

  • Esmeralda

    Olá! Sou produtora dessa arvore e têm razão, o nee...

  • Jaime Trancoso vieira

    Olá boa noite, tenho acompanhado o blog e os comen...

  • Jaime Trancoso vieira

    Olá boa noite, tenho acompanhado o blog e os comen...

  • Batotinha

    Olá. Andava à procura de informação e sementes des...

  • MARCOS AVELAR

    Cara Dª Filomena,Sou brasileiro,descendo de portug...

  • Carlos Freitas

    Saudades.Grande treinadorPassei momentos muito fel...

  • Filomena

    Olá, Mena!Se quiser colher as sementes da árvore d...

  • mena

    Ola Filomena sosia de nome" ando aprocura da arvor...

  • J. Sobota

    Boa tarde e obrigado!