Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PARKOUR

Quinta-feira, 24.05.07
Fiquei hoje a conhecer um novo desporto: o Parkour.
Mas, afinal, este desporto chamado “radical” e “urbano” já o vi praticar muitas vezes e desde há longos anos por aqueles que foram meus alunos rapazes. Desde sempre os vi tentar subir paredes, saltar muros, subir árvores, tentar superar obstáculos e tentar superar-se a si próprios…

Este texto a seguir foi tirado de um blog sobre Parkour:

                                (http://zpug.no.sapo.pt/inicio.html)

 

 e descreve bem esta nova maneira de praticar desporto: “Para começar, o único adereço são os pés e as mãos...Onde as pessoas vêem obstáculos, os traceurs (aqueles que fazem Parkour)  vêem oportunidades que envolvem saltos, movimentos diferentes, originais... Pois a ideia é mesmo essa, utilizar os obstáculos e fluir pelo meio de um modo natural e fluído, termo importante para os traceurs pois, ao contrário de desportos como o skateboarding e embora também haja a componente de técnicas individuais como treino, o objectivo é sempre fluir de um modo contínuo através do meio, através de  vários obstáculos. Esse modo fluído nota-se na componente artística, pois pode-se saltar de um muro de qualquer maneira, mas fazê-lo de uma forma fluída, natural e até bonita já é diferente. O Parkour é usado para chegar a algum sítio inacessível normalmente: passando daí para usar caminhos normalmente ignorados para chegar a esse sítio; fazê-lo com fluidez e naturalidade; chegando-o lá movendo-se fluidamente e com estilo; não importa chegar a lado nenhum, desde que se mova com estilo.

 

    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 21:59