Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Educação Ambiental IX

Quinta-feira, 14.02.08
Educação Ambiental,  pelo Dr. Jorge Paiva
...«Infelizmente, a quase totalidade das pessoas desta gigantesca gaiola (Globo Terrestre) não tem a mínima consciência disso. São pessoas inconscientes, nomeadamente os políticos, que se preocupam exclusivamente com a produção económica durante a vigência dos seus mandatos sem se importarem com os elevados níveis de poluição produzidos pela actual industrialização nem com as gerações futuras.
Depois é preciso explicar-lhes que há várias maneiras de poluirmos cada vez menos. Uma das maneiras é educar as pessoas a produzirem a menor quantidade de lixo possível. Para as crianças perceberem isso, podem dar-se-lhes vários exemplos, como: não usar detergentes para lavar os pratos utilizados apenas para a fruta da sobremesa (não têm gordura); utilizar a menor quantidade de sacos de plástico quando se vai às compras nos supermercados (exemplo: as maçãs, as pêras, e outras frutas duras não precisam de vir separadas em vários sacos, pois não se estragam).»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 10:06

Dia dos Namorados

Quinta-feira, 14.02.08

 

"Vai  lenço feliz
Voando nas asas de um rouxinol
Vai ver a cara mais linda
Que neste mundo cobre o sol"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 10:04

Educação Ambiental VIII

Quarta-feira, 13.02.08
Educação Ambiental, pelo Dr. Jorge Paiva
... «A poluição
Também temos de ensinar às crianças que não podemos continuar a poluir o Globo Terrestre como temos vindo a fazer, pois podemos atingir um estado de poluição tal que não será possível a vivência humana na Terra.
Então, devemos dar-lhes exemplos simples e concretos para elas entenderem isso. Como normalmente, as crianças gostam de ter um passarinho em casa, geralmente metido numa gaiola, devemos demonstrar-lhes que para uma ave sobreviver dentro de um agaiola é fundamental manter a gaiola limpa. Se a gaiola nunca for limpa, a ave acabará por morrer atulhada no lixo acumulado ou intoxicada por agentes químicos concentrados na água e na comida ou, ainda, por doença provocada por patogénicos que, entretanto, se multiplicaram na lixeira da gaiola. A grande maioria das pessoas não tem a percepção de que vivemos numa grande gaiola (Planeta Terra). Para sobrevivermos nesta gaiola global é fundamental mantê-la limpa. Não podemos continuar a abarrotar este planeta com lixo, senão acontecer-nos-á o mesmo que à ave engaiolada: a morte.»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 10:42

Educação Ambiental VII

Terça-feira, 12.02.08
Educação Ambiental, pelo Dr. Jorge Paiva
... «Os outros seres vivos não são apenas as nossas fontes alimentares, fornecem-nos muito mais que isso, como , por exemplo, substâncias salutares (mais de 70% dos medicamnetos são extraídos de plantas e cerca de 90% são de origem biológica), vestuário, (praticamnete tudo que vestimos é de origem animal ou vegetal), energia (lenha, petróleo, cera, resinas, etc.) materiais de construção (madeiras), etc.. Até grande parte da energia eléctrica que consumimos não seria possível sem a contribuição dos outros seres vivos pois, embora a energia eléctrica possa estar a ser produzida pela água de uma albufeira, esta tem de passar pelas turbinas da barragem e as turbinas precisam de óleos lubrificantes. Estes óleos são extraídos do crude, que é de origem biológica. Enfim, sem o Património Biológico não comíamos, não nos vestíamos, não tínhamos medicamentos, luz eléctrica, energia, etc.
Portanto, sem os outros seres vivos não sobreviveremos no Globo Terrestre.»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 09:58

Dia Europeu da Internet Segura

Terça-feira, 12.02.08

Hoje, 12 de Fevereiro, é o Dia Europeu da Internet Segura.

 

Vá até:

http://www.internetsegura.pt/

e leia mais sobre este assunto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 09:53

Educação Ambiental VI

Segunda-feira, 11.02.08
Educação Ambiental, pelo Dr. Jorge Paiva
 
« ... é preciso mostrar-lhes que as plantas não precisam de comer, porque são seres vivos capazes de “acumular” no seu corpo calor (enegia) do Sol ( a fonte de energia que aquece o Planeta Terra) com a ajuda de substâncias (CO2 e H2O) existentes na atmosfera (fotossíntese). Comos os animais não são capazes de fazer isso, têm que comer plantas (animais herbívoros) para terem produtos energéticos [hidratos de carbono (farinhas e açúcares) lípidos (gorduras) e proteínas (além do carbono, hidrogénio e oxigénio, têm azoto) produzidos com a ajuda da energia solar]. Ou então comerem outros animais (animais carnívoros) que já tenham comido plantas. Nós, espécie humana, tanto comemos plantas como animais, por isso, dizemos que somos omnívoros.
Como se pode correr o risco de as crianças pensarem que os animais e as plantas só são importantes para a nossa alimentação e, dessa maneira, pensarem que só é necessário proteger as animais e plantas que utilizamos na alimentação, é, fundamental mostrar-lhes que dependemos dos outros seres vivos em muitas mais circunstâncias.»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 11:14

Educação Ambiental V

Domingo, 10.02.08
Educação Ambiental V pelo Dr. Jorge Paiva
... «Da mesma maneira que acontece com os veículos automóveis, em que a componente do combustível inútil e expelida pelos tubos de escape; da comida que ingerimos, o que não é transformado em energia é expelido do nosso corpo sob a forma de fezes e urina. Também, como acontece com os automóveis com os motores “au ralenti” para se consumir o mínimo de combustível, muitos animais têm períodos de “dormência” (parados, com os ritmos cardíaco, respiratório e metabólico reduzidos ao mínimo, isto é, au “ralenti”) nas épocas do ano de menor abundância de alimentos.
Assim, qualquer criança entende que os outros seres vivos são a nossa “gasolina” (combustível) e que se não os protegermos e eles desaparecerem do Globo Terrestre, também nós vamos desaparecer, por ficarmos sem combustível. Seguidamente,...»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 19:26

Educação Ambiental IV

Sábado, 09.02.08
Educação Ambiental, pelo Dr. Jorge Paiva
... «Seguidamente, chama-se-lhes a atenção para o nosso corpo que tem vários “motores”. Todas as crianças sabem que o coração é um “motor que está sempre a “bater” (trabalhar) e que não pode parar. Quando pára, morre-se. Se o coração é um motor, tem de haver um combustível para que este motor trabalhe. É só perguntar-lhes qual o combustível que temos que meter no “depósito” do nosso corpo (estômago), que eles, quase sem excepção, respondem que é a comida. Depois é só mostrar-lhes que a comida não é de plástico nem são pedras, mas sim produtos vegetais e animais. Essa comida que ingerimos é transformada no nosso organismo em energia (calor) que vai fazer com que os diversos motores do nosso corpo, entre os quais o coração e os pulmões trabalhem e nos mantenham vivos. Quando corremos, acontece-nos o mesmo que aos automóveis, consumimos mais combustível (emagrecemos). Os corredores e os jogadores desportivos precisam, pois, de comer mais do que as outras pessoas, porque despendem mais energia. Para corrermos precisamos de mais energia e, assim, produzimos mais calor. Por isso, arrefecemos o nosso corpo com o suor. Assim, transpiramos mais quando corremos do que quando andamos normalmente ou estamos parados. A transpiração (maioritariamente água) faz o papel da água do radiador do veículo automóvel.»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 15:40

Educação Ambiental III

Sexta-feira, 08.02.08
Educação Ambiental, pelo Dr. Jorge Paiva
... «Os seres vivos
Qualquer criança em idade escolar (mesmo da pré-primária) entende que precisa de comer para viver e crescer, e que a comida é constituída por material biológico (vegetal e animal). É fácil demonstrar-lhes que os outros seres vivos são fundamentais para a nossa vida. Primeiro mostrar-lhes que o veículo automóvel que os transporta para a Escola necessita de combustível (geralmente gasolina ou gasóleo) que colocamos no respectivo depósito. Mas o veículo só se move depois de se “dar ao motor de arranque”, produzindo uma faísca, que vai “queimar” o combustível libertando-se calor (energia), que põe a trabalhar o motor que, por sua vez, faz “andar” (deslocar) o veículo. Depois, é só explicar que qualquer motor, para trabalhar, precisa de um combustível que, através de reacções químicas (combustão), liberta calor (energia) suficiente para que o motor “trabalhe”. Também é preciso mostrar-lhes que, quando é necessário que o automóvel ande mais depressa, é fundamental acelerar o motor para ele libertar mais calor (energia). Assim, o motor pode até produzir calor a mais e é preciso arrefecê-lo, o que se faz geralmente com água que se coloca no radiador. Também é preciso demonstrar que quanto mais depressa anda o automóvel, mais carburante (gasolina ou gasóleo) gasta (consome). Finalmente, mostrar que o material do combustível que não é consumido, por não ter utilidade na produção de energia (calor), é expelido pelos tubos de escape, sendo até poluente. Seguidamente»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 15:37

O Big Brother

Quinta-feira, 07.02.08

O Big Brother chegou às aves.

 

Se quiser ver um casal de grifos, em directo  no ninho, vá até aqui:

 

 

http://static.publico.clix.pt/grifosnaweb/default.aspx

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Filomena às 14:22