Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Já não há amores assim...

Sexta-feira, 02.05.08
As orações de Soror Maria da Pureza (XIII)
 
... “E assim passaram longos meses, e chegou o dia em que a Mariazinha professou. Sob o hábito, que lhe ficava tão bem como um vestido de noivado, tinha estranhas parecenças com uma Nossa Senhora do convento que, numa capelinha cheia de luz à direita do altar-mor, sorria a um menino que lhe estendia os braços.
Nessa noite, quando Mariazinha entrou na solidão da sua cela branca, quando se deitou na dura enxerga que devia ser até à morte o seu fofo leito de penas, quando Mariazinha adormeceu, acordou Soro Maria da Pureza.” ... continua
in “As máscaras do destino” de Florbela Espanca

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Filomena às 11:22








comentários recentes

  • Anónimo

    PODE LIGAR PARA MIM 913305895

  • Anónimo

    PODE LIGAR PARA FALAR COMIGO 913305895

  • Chrisol

    olá, vivo nos Açores e faço agricultura em modo bi...

  • Anónimo

    Olá Esmeralda, sou de Coimbra e necessito muito de...

  • FRANCISCO ANTÓNIO FRANCO PATRÍCIO

    Agradeço as informações mas gostaria de saber se a...

  • Inês Godinho

    Boa noite. Em relaçao aos "muros de suporte em bet...

  • Anónimo

    Olá, boa noite Esmeralda. Fiquei encantada com o q...

  • Anónimo

    Boa noite,Gostaria de obter a planta (árvore) ou s...

  • Anónimo

    Olá boa tarde.Estava a procura da árvore de neem, ...

  • Anónimo

    Olá estou a ter informação pela primeira vez sobre...