Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Florbela Espanca

Quarta-feira, 07.05.08
Nasceu em Vila Viçosa, em Dezembro de 1984. Em 1903, com sete anos, escreveu a sua primeira poesia “A vida e a Morte”.
Em 1907 manifestam –se os primeiros sintomas da doença que sempre a acompanhou, a neurastenia, e que a tornou numa mulher melancólica.
Estudou em Évora. Em 1914 abre um colégio, onde lecciona, no Redondo, Serra d´Ossa.
Faz o curso de direito em Lisboa. Passa por diversos casamentos e respectivos divórcios.

Vê várias obras publicadas: “Trocando Olhares”, “Livro das Mágoas”, “Claustro de Quimeras”, “Livro de Soror Saudade”,...
Entretanto morre o seu irmão e torna-se uma mulher triste, desiludida e muito nervosa.
Escreve “As Máscars do Destino”, de onde foi extraído o conto que publiquei em folhetins nas últimas três semanas, aqui no blog.
Tenta suicidar-se por duas vezes. A sua neurose agrava-se. É-lhe diagnosticado um edema pulmonar. A oito de Dezembro de 1930, dia do seu nascimento e do seu primeiro casamento, suicida-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 21:18


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.