Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tempo de Brincar

Domingo, 01.06.08

 
 
O artigo n.º 31 da Declaração dos Direitos da Criança, no seu ponto 1 diz: “Os Estados Partes reconhecem à criança o direito ao repouso e aos tempos livres, o direito de participar em jogos e actividades recreativas próprias da sua idade e de participar livremente na vida cultural e artística”.
Mas será que se está a dar valor a este artigo? As crianças com certeza que lhe dão muito valor. E, os adultos? Hoje em dia, é cada vez mais cedo que se começa a exigir que as crianças assumam um papel que há uns anos atrás só começaria a partir dos 12, 13 anos…
Mas qual é a idade em que se deixa de ser criança? Por exemplo, hoje na RTP 1, num programa especial da “Praça da Alegria”, dedicado às crianças, só lá estavam crianças com 3, 4 e 5 anos… e as outras idades?...
Outro exemplo é o que se está a passar nas escolas do 1.º ciclo. Os pais levam os meninos à escola ou aos ATL´s logo pela manhã, entre as 7h 30m e as 9h. Na escola logo começam a trabalhar na Língua Portuguesa, na Matemática, no Estudo do Meio… a seguir vem a hora de almoço, que passa depressa e tem a duração mínima possível (uma hora ou uma hora e meia). Vem a tarde, acaba o tempo lectivo e começam as Actividades de Enriquecimento Curricular… São 17h 30m, chegam os pais ou as auxiliares doas ATl´s e lá vão elas outra vez, para se enfiarem outra vez em quatro paredes… e isto é assim a semana toda.
Há ainda aquelas crianças que ainda têm Natação, Ballet, Inglês, Música, Futebol…
E o Tempo de Brincar? Quando é? Esse fica entre as actividades lectivas nos intervalos, por lei, vinte minutos na parte da manhã e quinze minutos na parte da tarde. Chega? Claro que não.
É urgente que se dê tempo para as crianças brincarem, ao ar livre, em parques e jardins, nas florestas, nos pinhais, em zonas de lazer, que durante a semana, e alguns sempre, estão desertos.
Pais, escolas e entidades responsáveis têm de pensar no Tempo de Brincar das nossas crianças. Brincar não é ter Inglês, ter Música, ter Estudo Acompanhado, ter Artes Plásticas…
A escola e os respectivos tempos têm de ser melhor pensados. Tem de haver tempo de brincar, tempo de aprender, tempo de conhecer, tempo de experimentar…
Brincar e ter amigos, ter espaço, ter liberdade de fazer o que apetecer com bolas, bonecas, casinhas e carrinhos, flautas, livros, lápis e canetas… ou sem nada, apenas correr, saltar, descobrir o mundo…, sem orientação do adulto mas acompanhado por ele…
É tempo de mudar! É tempo de dar possibilidade de brincar!
 
   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 11:24


1 comentário

De graminhas a 03.06.2008 às 13:03

Concordo 100%!
As crianças, actualmente, não têm tempo para brincar!
Muitas delas querem depois brincar na sala de aula, perturbando os colegas, visto que não têm tempo cá fora.
Deixem as crianças SER CRIANÇAS!

Comentar post