Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A República

Segunda-feira, 05.10.09

 

República
By José Saramago
Vai para cem anos, em 5 de Outubro de 1910, uma revolução em Portugal derrubou a velha e caduca monarquia para proclamar uma república que, entre acertos e erros, entre promessas e malogros, passando pelos sofrimentos e humilhações de quase cinquenta anos de ditadura fascista, sobreviveu até aos nossos dias. Durante os enfrentamentos, os mortos, militares e civis, foram 76, e os feridos 364. Nessa revolução de um pequeno país situado no extremo ocidental da Europa, sobre a qual já a poeira de um século assentou, sucedeu algo que a minha memória, memória de leituras antigas, guardou e que não resisto a evocar. Ferido de morte, um revolucionário civil agonizava na rua, junto a um prédio do Rossio, a praça principal de Lisboa. Estava só, sabia que não tinha qualquer possibilidade de salvação, nenhuma ambulância se atreveria a ir recolhê-lo, pois o tiroteio cruzado impedia a chegada de socorros. Então esse homem humilde, cujo nome, que eu saiba, a história não registou, com uns dedos que tremiam, quase desfalecido, traçou na parede, conforme pôde, com o seu próprio sangue, com o sangue que lhe corria dos ferimentos, estas palavras: “Viva a república”. Escreveu república e morreu, e foi o mesmo que tivesse escrito: esperança, futuro, paz. Não tinha outro testamento, não deixava riquezas no mundo, apenas uma palavra que para ele, naquele momento, significaria talvez dignidade, isso que não se vende nem se deixa comprar, e que é no ser humano o grau supremo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 09:14


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.








comentários recentes

  • Anónimo

    PODE LIGAR PARA MIM 913305895

  • Anónimo

    PODE LIGAR PARA FALAR COMIGO 913305895

  • Chrisol

    olá, vivo nos Açores e faço agricultura em modo bi...

  • Anónimo

    Olá Esmeralda, sou de Coimbra e necessito muito de...

  • FRANCISCO ANTÓNIO FRANCO PATRÍCIO

    Agradeço as informações mas gostaria de saber se a...

  • Inês Godinho

    Boa noite. Em relaçao aos "muros de suporte em bet...

  • Anónimo

    Olá, boa noite Esmeralda. Fiquei encantada com o q...

  • Anónimo

    Boa noite,Gostaria de obter a planta (árvore) ou s...

  • Anónimo

    Olá boa tarde.Estava a procura da árvore de neem, ...

  • Anónimo

    Olá estou a ter informação pela primeira vez sobre...




subscrever feeds