Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Poema para amanhã

Terça-feira, 24.04.07
Abril de Sim, Abril de Não

Eu vi Abril por fora e Abril por dentro

vi o Abril que foi e Abril de agora

eu vi Abril em festa e Abril lamento

Abril como quem ri como quem chora.

Eu vi chorar Abril e Abril partir

vi o Abril de sim e Abril de não

Abril que já não é Abril por vir

e como tudo o mais contradição.

Vi o Abril que ganha e Abril que perde

Abril que foi Abril e o que não foi

eu vi Abril de ser e de não ser.

Abril de Abril vestido (Abril tão verde)

Abril de Abril despido (Abril que dói)

Abril já feito. E ainda por fazer.
(Manuel Alegre)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filomena às 21:53







posts recentes


comentários recentes

  • Anónimo

    PODE LIGAR PARA MIM 913305895

  • Anónimo

    PODE LIGAR PARA FALAR COMIGO 913305895

  • Chrisol

    olá, vivo nos Açores e faço agricultura em modo bi...

  • Anónimo

    Olá Esmeralda, sou de Coimbra e necessito muito de...

  • FRANCISCO ANTÓNIO FRANCO PATRÍCIO

    Agradeço as informações mas gostaria de saber se a...

  • Inês Godinho

    Boa noite. Em relaçao aos "muros de suporte em bet...

  • Anónimo

    Olá, boa noite Esmeralda. Fiquei encantada com o q...

  • Anónimo

    Boa noite,Gostaria de obter a planta (árvore) ou s...

  • Anónimo

    Olá boa tarde.Estava a procura da árvore de neem, ...

  • Anónimo

    Olá estou a ter informação pela primeira vez sobre...